Quarta-feira, Julho 24, 2024
spot_img
InícioNotíciasDesembargadora sofre golpe de WhatsApp e perde R$ 45 mil

Desembargadora sofre golpe de WhatsApp e perde R$ 45 mil

A desembargadora Maria Helena Póvoas, 67 anos, sofreu um golpe via de WhatsApp no dia 6 de maio. Ela perdeu R$ 45 mil ao transferir dinheiro ao golpista que se passava pelo filho.

Conforme informações fornecidas pela própria desembargadora, seu filho saiu de casa com o dinheiro na conta para comprar um carro. Neste ínterim, um golpista clonou seu WhatsApp.

“O golpista mandou uma mensagem dizendo que devido ao problema no celular, ele precisava que eu passasse o dinheiro para a garagem onde ele estava comprando o carro e depois ele me passava o valor. Como eu estava em um dia bastante tumultuado, eu acabei caindo no golpe”, explicou a magistrada.

Em registro do boletim de ocorrências, o assessor da desembargadora relatou que pela manhã do dia 6 de maio, a magistrada recebeu uma mensagem via WhatsApp de um contato que se passava pelo seu filho. A mensagem pedia o valor de R$ 12 mil para realizar a compra de um carro.

O golpista solicitou que a vítima transferisse o dinheiro para o suposto “gerente da concessionária”. A desembargadora realizou a transferência acreditando que realizava um pedido do filho.

Ainda pela manhã, os criminosos entraram em contato com a vítima novamente e pediram o valor de R$ 9 mil, atendido por Maria Helena.

Já no período da tarde, a vítima foi contactada novamente para realizar um PIX no valor de R$ 2 mil. Totalizado R$ 23 mil apenas no dia 6 de maio.

Por volta das 10h do dia 7 de maio, o suspeito mandou uma foto de um suposto Transferência Eletrônica Disponível (TED) no valor de R$ 45 mil para vítima, dizendo que enviou o dinheiro para pagar os R$ 23 mil do dia anterior, e pediu os R$ 22 mil que faltava de volta.

“Eles sabiam de tudo, que ele ia em uma garagem comprar o carro e que ele tava com o dinheiro na conta. Eles me falaram que o gerente da garagem não aceitava TED, somente PIX, então eles me mandaram uma foto desse suposto TED para minha conta e pediram que eu enviasse um PIX no valor para cair na hora”.

“Como ele me mandou uma foto de um suposto recibo, e meu dia bastante sobrecarregado, eu acreditei que era verdade porque ele saiu de casa com o intuito de comprar o carro, contou”

Somente no dia 7 de maio, o filho da desembargadora ligou para ela, momento em que a mesma disse que não mandaria mais dinheiro. O filho, surpreso, disse que não havia pedido dinheiro para a mãe.

O prejuízo total sofrido pela magistrada foi de R$ 45 mil.

Presos

Na noite do dia 7 de maio, 3 pessoas foram presas em ação realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), sendo dois homens e uma mulher, atuavam no golpe do falso perfil de WhatsApp. Eles foram identificados como os responsáveis por receber em suas contas bancárias, os valores adquiridos por meio dos crimes.

Com base nas informações passadas pela vítima, os policiais da Derf Várzea Grande iniciaram as diligências conseguindo realizar a prisão em flagrante dos três suspeitos, responsáveis pelas contas bancárias que receberam os valores dos golpes.

Fonte: Gazeta Digital

Guia3Lagoas
Guia3Lagoashttps://guia3lagoas.com.br/blog
Descubra no Blog do Guia Três Lagoas uma fonte confiável de informações atualizadas sobre a cidade. Tenha tudo na palma da sua mão: notícias locais, eventos, dicas de lazer, cultura, gastronomia e muito mais. Esteja sempre bem informado sobre tudo que acontece em Três Lagoas. Acesse agora e conheça o seu guia indispensável!
CATEGORIAS
- Anúncios -
Mundo sem Fronteiras
- Anúncios -spot_img

FAVORITOS

EMPRESAS